Quem somos

A melhor definição sobre tédio:

“Tedio é o tempo perdido entre duas pescarias

  Não é com modéstia que digo, poucos conhecem a Amazônia como eu.

  Nascido em Belém, cidade onde resido até a presente, tive oportunidade de conhecer a imensidão Amazônica em quase toda sua totalidade. Destacando assim locais como: o Pico da Neblina no extremo norte do Amazonas (pico mais alto do Brasil), o majestoso arquipélago do Marajó, com suas mais de 2.500 ilhas, o Parque nacional de Tumucumaque no extremo norte do Amapá entre outros.

  Navegando pelo Rio Amazonas, de sua foz até a cidade de Tabatinga na fronteira com a Colômbia, conheci a Amazônia em sua essência, pois, aqui quem "dita as regras", são as águas.

   Sobre pescarias e peixes: Não lembro a idade certa que arremessei meu primeiro anzol na água, lembro sim, daquele peixe feio, cheio de "ferrões" aqui chamado de BACU (Abotoado, Armau), este foi meu primeiro peixe, eu e a molecada, matamos na paulada e retalhamos para iscas, não servia pra comer, ele comia fezes(estória de moleque).
Todos os dias após as aulas, pescar era nosso divertimento.

 

  Já na adolescência, tive oportunidade de viajar (sair de Belém) para férias escolares, desta forma conheci diversos locais maravilhosos para a pratica da pesca.

  Pescar sempre foi um dos meus divertimentos favoritos, vale ressaltar, que em tempos idos, não se falava em "pesca esportiva", muito menos em "pesque e solte", eu pegava os bichos e levava pra comer ou ainda "doar" para os amigos.

  Nos anos 80, trabalhei em uma empresa pública, cuja sua unidade de Belém, administrava toda a Amazônia, desta forma eu estava realizado, pois, durante minha permanência nesta empresa, consegui viajar para os mais distantes locais, onde podia pescar, pescar e pescar. Não existia iscas artificiais no Brasil, sempre pesquei da forma tradicional dos "caboclos" da região:
Tucunaré - Um anzol, um pedaço de pano amarrado no anzol, um pedaço de linha de nylon grossa e muitos arremessos nas beiradas.
Peixes de couro - Um anzol, um peso(muitas vezes parafusos), um linha de nylon grossa, isca a vontade.

Em 99 nasceu a Pescamazon, oferecendo os melhores locais de pesca na Amazônia, vem se destacando no cenário do turismo mundial, conforme pode ser visto no item IMPRENSA.

Venha conhecer a Amazônia e aproveite para pescar.

Contato: email - pescamazon@gmail.com  Fone: (91) 91154230 / 80869537